UFRGS abrirá inscrições em 20 de outubro para vestibular 2017

As inscrições para o vestibular 2017 da  Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) iniciam no próximo dia 20 de outubro e seguem até 3 de novembro. Os interessados devem acessar o site www.ufrgs.br/coperse/concurso-vestibular/vestibular-2017, o valor da taxa é de R$ 120,00.

No ato da inscrição é necessário optar por uma das cinco provas de Língua Estrangeira Moderna (Alemão, Espanhol, Francês, Inglês ou Italiano), além de indicar se fará uso do escore das provas objetivas do Enem 2016.

A oferta é de 4.017 vagas em 91 cursos de graduação. O número corresponde a 70% do total, sendo que as demais 30% são destinadas ao Sistema de Seleção Unificada.  As provas devem acontecer nos dias 8, 9, 10 e 11 de janeiro em Porto Alegre, Bento Gonçalves, na Serra, e em Tramandaí e Imbé, no Litoral Norte.

Os candidatos dos cursos de Artes Visuais – Bacharelado e Artes Visuais – Licenciatura, Música, Teatro e Teatro-Licenciatura realizarão prova de habilitação específica, entre os dias 20 a 25 de novembro. Nesta situação, há possibilidade de indicar uma opção alternativa de curso, para o caso de não aprovação na prova de habilitação específica.

Através do programa de Ações Afirmativas da UFRGS há reserva de no mínimo 50% das vagas em todos os cursos para estudantes oriundos de escolas públicas, de acordo com autodeclaração étnico-racial e faixa de renda. Mais de 2 mil vagas são destinadas às cotas, distribuídas nas seguintes modalidades:

  • L1 – candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo nacional per capita;
  • b) L2 – candidato egresso Sistema Público de Ensino Médio com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo nacional per capita autodeclarado preto, pardo ou indígena;
  • c) L3 – candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio independentemente da renda familiar;
  • d) L4 – candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio independentemente da renda familiar, autodeclarado preto, pardo ou indígena.

Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *