Planejamento do Enem 2016 segue dentro do esperado

O planejamento logístico para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado em 5 e 6 de novembro, envolve cerca de 600 mil pessoa, entre etapas de preparação e aplicação das avaliações. Para acompanhar os processos de cada parceiro envolvido, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) promoveu, no início da semana, mais uma reunião de alinhamento e acompanhamento no Ministério da Educação (MEC).

Entre os participantes estavam representantes da gráfica responsável pela impressão das provas e do material administrativo; do consórcio aplicador do exame (Cesgranrio e Cebraspe); da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (que fará a distribuição das provas); além de uma empresa especializada em gestão de riscos, que usará tecnologia similar à adotada nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Também estavam presentes representantes do Inep e da Secretaria-Executiva do Ministério da Educação.

A presidente do Inep, Maria Inês Fini ressaltou que “é uma operação gigante. A reunião com os parceiros envolvidos mostrou que todas as estratégias do nosso planejamento estão a contento”. Ela destacou ainda os números que envolvem a segurança do Enem, que contará com 5 mil coordenadores de equipes, 40 mil agentes (Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros) e 60 batalhões militares.

Clique aqui para mais informações sobre o curso extensivo

Clique aqui para saber mais sobre o curso intensivo

De acordo com os dados apresentados na reunião, para a edição de 2016 serão impressas 16 milhões de provas (comum, ampliada, ledor e braile), além de 33 milhões de materiais administrativos. São 1.727 municípios de aplicação, 17 mil locais de prova e 77 mil malotes. Para a aplicação das provas estão sendo capacitados 1.772 coordenadores estaduais e municipais, 33.336 mil coordenadores de local de aplicação e assistentes, 476.040 chefes de salas e aplicadores, 20 mil aplicadores especializados e mil coordenadores de unidades prisionais e educativas, responsáveis pela aplicação do Enem PPL, para pessoas privadas de liberdade, que será realizado em 6 e 7 de dezembro.

Com informações do Inep

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *